Ex-secretário de Kabão diz que vai entregar a polícia , ao MPF e a GAECO, Quadrilha que lidera esquema de corrupção em Cantanhede.

Carlito Amaral

O ex-secretário de Cultura de Cantanhede o jornalista José Carlos Rêgo Amaral, mais conhecido como Carlito Amaral, afirmou em um grupo em uma rede social de troca de mensagens que o vereador Jorismar(PSD) irá promover uma audiência publica para mostrar todos os casos de corrupção da atual administração em Cantanhede.

O jornalista diz se tratar de tanta roubalheira que chega a ser revoltante, diz ainda que pessoas foram usadas sem saber em diversos casos. Cita CRO falso, que provavelmente se trata da sigla para Conselho Regional de Odontologia, ao falar o mesmo diz que seria necessário trazer Sergio Mouro, Juiz do Caso “Lava jato” para investigar tanta corrupção.

Carlito diz ainda que esquema afeta o FUDEB, PSB, FPM dentre outros setores, ao ser repreendido por um dos integrantes do grupo, que o diz para ter cuidados com as palavras, o secretário diz que ele mesmo irá entregar essa quadrilha para a polícia, Ministério Publico federal, e GAECO.

Em outra postagem o jornalista diz que ouviu o depoimento de um líder comunitário que recebeu uma proposta do atual prefeito para compor grupo que apoie o seu candidato à sucessão o vereador Paulo Coelho (PV), que se trataria de compra de apoio a seu candidato, e se enquadraria no crime eleitoral.

O clima eleitoral em Cantanhede esta a cada dia mais quente, com muitas trocas de acusações, e ataques entre seguidores dos pré-candidatos, que até o momento não tem se manifestados sobre as acusações e ataques. A eleição em Cantanhede promete.

veja o print das conversas em grupo titulado como político:

Comentários

Postar um comentário

Acesse Cantanhede News - faça seu comentário, lembramos que não publicamos comentários de anônimos.

Postagens mais visitadas deste blog

CBF unifica títulos e oficializa Palmeiras como maior campeão Brasileiro

KABÃO COMANDA ESQUEMA DE CORRUPÇÃO NA SAÚDE DE CANTANHEDE - O esquema envolve irmã, filha, amigos, parentes da secretária de saúde e até uma ex-prefeita comunista.