CARTA AO POVO DE MATÕES DO NORTE- POR JONI ROCHA

Confesso que decidi sobre ser ou não candidato a vereador nas eleições deste ano foi muito difícil para mim. Pedi a Deus sabedoria para iluminar a minha decisão e conversei muito com a minha família, com os amigos que sempre nos apoiaram, como também com lideranças políticas e comunitárias. Mas enfim, depois de muita reflexão, de um período de muitos questionamentos, tomei a decisão que meu coração e minha determinação me direcionaram, por entender que é muito importante para a cidade manter um representante com tempo integral na Câmar a de Vereadores de Matões do Norte. Refleti que no momento não teria amplas condições para me dedicar aos eleitores que por acaso me confiariam mais um mandato. Assim, tomei a deliberação de comunicar ao povo norte-matoense a minha decisão: por motivo de força maior, não serei candidato a vereador, mas continuarei ajudando a nossa cidade de outras formas.

Também, sou adepto da ideia de que devemos dar oportunidades para novas lideranças que possam dedicar-se com mais disponibilidade para contribuir com o desenvolvimento político de nossa cidade. Agora em 2016, vários candidatos a vereador sairão pela primeira vez, seis tentarão a reeleição, e outros que já foram vereadores lutarão nesta eleição para retornar ao legislativo.  A todos e todas desejo boa sorte, assim como  uma vitória expressiva do Ademar e do Zé Carlos à prefeitura de Matões do Norte.

Neste momento, quero também renovar o meu compromisso de trabalhar sempre em favor do nosso município, o qual aprendi a amar e que acolheu tão bem a mim e a minha família.

Que Deus nos abençoe e nos fortaleça nesta caminhada por uma Matões cada vez melhor!

Conte sempre comigo e com a família Rocha, pois outras batalhas virão!

Abraço fraterno e carinhoso.

Joni Rocha

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CBF unifica títulos e oficializa Palmeiras como maior campeão Brasileiro

KABÃO COMANDA ESQUEMA DE CORRUPÇÃO NA SAÚDE DE CANTANHEDE - O esquema envolve irmã, filha, amigos, parentes da secretária de saúde e até uma ex-prefeita comunista.