Pular para o conteúdo principal

Hildo Rocha assume relatoria da política nacional contra dengue e Zika.

A proposta que cria a Política Nacional de Combate à Dengue, à Febre Chikungunya e à Febre Zika foi aprovada na Comissão de Seguridade Social e Família em dezembro. Proposta recebeu o regime de urgência
Hildo Rocha em contato com famílias que tiveram casos confirmados de microcefalia, em Presidente Dutra. 
O deputado federal Hildo Rocha foi escolhido para relatar o Projeto de Lei 1861/2015 que cria a política nacional de combate à dengue, à febre Chikungunya e à Zika. Os casos de microcefalia suspeitos de relação com a infecção pelo vírus Zika já superaram a marca de 4 mil no País.

O parlamentar explicou que a proposta prevê incentivos à pesquisa científica para combater a doença e estabelece critérios para a elaboração de campanhas de conscientização; criação de mecanismos descentralizados para divulgar informações educativas sobre saneamento; e outros procedimentos que possam frear o surto de dengue e outras doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

“Tenho me dedicado nos últimos trinta dias a esse novo desafio com muita firmeza. Já conversei com especialistas, ouvi pesquisadores e cientistas e visitei famílias afetadas. Estamos diante de uma situação grave. Mas, asseguro que iremos dar a nossa contribuição para conter essa epidemia que atormenta o nosso país e o nosso Estado”, afirmou o parlamentar. 

A proposta, de autoria do deputado Luiz Lauro Filho (PSB-SP), tem caráter conclusivo e precisa ser analisada pelas comissões de Finanças; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Se aprovado, o texto poderá seguir para o Senado, sem passar pelo Plenário da Câmara.

Em contato com a realidade
 Quando esteve em Presidente Dutra, recentemente, o deputado constatou o drama vivenciado pelas duas famílias que tiveram casos confirmados de bebês com microcefalia. Rocha lamentou que o governo estadual não estivesse dando a atenção que as famílias necessitam. “O governador Flávio Dino pouco tem feito para diminuir ou acabar com essa epidemia em nosso Estado. Ele tem investido muito em marketing pessoal e nada na saúde preventiva. Por isso que a situação de saúde do estado está dessa maneira”, declarou.

O parlamentar enfatizou que não há cura definitiva para a microcefalia, mas quando as crianças recebem o tratamento adequado, os impactos da doença podem ser suavizados e, assim, as vitimas poderão se desenvolver e ter uma qualidade de vida melhor. “Infelizmente o governo estadual tem sido omisso. A falta de sensibilidade de Flávio Dino atinge diretamente as famílias e os bebês afetados”, lamentou o deputado.

Empenho do governo municipal
O parlamentar destacou o empenho da equipe de saúde do município de Presidente Dutra. “O prefeito Juran e a sua equipe estão fazendo o que está ao alcance do município. Pude constatar um perfeito entrosamento entre as equipes de saúde da família e a coordenação da secretaria municipal de saúde da cidade. Mas a capacidade de atendimento da prefeitura não pode ser comparada com o Estado que dispõe de muito mais recursos financeiros que os municípios além de vários profissionais de saúde como médicos neuropediatras e outros especialistas que poderiam ser colocados à disposição das redes públicas municipais para realizar os primeiros atendimentos. Se isso fosse feito certamente essas crianças teriam ganhos extraordinários e a dor das famílias seria amenizada”, declarou Rocha.

Casos se alastram
Segundo dados oficiais, o Maranhão tem 181 casos de microcefalia notificados, até o início deste mês. Desse total 14 foram confirmados e a morte de uma criança, no município de Pedreiras, esta sob investigação das autoridades ligadas ao setor da saúde pública. Os municípios com casos confirmados são: Apicum-Açu; Colinas; Mata Roma; Paço do Lumiar; Presidente Dutra; Presidente Vargas; e São José de Ribamar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Morre Nilda Rocha, mãe do deputado federal Hildo Rocha

Faleceu no início da noite deste sábado (25/03), a Sra. Nilda Pereira da Rocha, aos 77 anos de idade, vítima de parada cardíaca.

Nilda Rocha estava internada na UTI do Hospital Português desde o dia 14 deste mês.

Viúva, empresária aposentada, Nilda Rocha deixa os seguintes filhos: Jório Pereira da Rocha Júnior; Hildo Rocha; Fabiola da Rocha Monte; Joni Pereira da Rocha; onze netos e cinco bisnetos.

O velório será na sala 3 da Pax União, Rua Osvaldo Cruz, 1233, Canto da Fabril, a partir da meia-noite.

O enterro será amanhã (26/03) às 16 horas, no cemitério Memorial Pax.
Rua do Fio 100. Rodovia MA - 204. Mocajituba.

Cantanhede adere a protestos contra a reforma da Previdência.

O Sintaspunc realizou uma caminhada pelas ruas da cidade para protestar contra a Reforma da previdência, e demandas específicas da categorias, além de pedido pela saída de Temer da presidência.

O protesto nacional foi convocado para esta quarta-feira(15) por sindicatos de classes, partidos políticos de oposição ao governo federal e ao presidente Temer, têm como objetivo principal a luta contra a reforma da Previdência. Em Cantanhede os manifestantes andaram pelas ruas da cidade, com paradas em pontos específicos como a frente da prefeitura municipal, e Secretaria de Educação.O protesto realizado por parte dos professores, incluem a greve de 24 horas na rede municipal de ensino.

Dentre tantas outras reivindicações locais, a frase “Fora, Temer” estava em faixas conduzidas por manifestantes.

NANDO AGUIAR, QUEM É? DE ONDE VEIO E QUAL SEU OBJETIVO NA CÂMARA DE VEREADORES DE CANTANHEDE?

A pergunta que não quer calar, qual objetivo da presença, e até da participação na tribuna da câmara de vereadores de Cantanhede, de Nando Aguiar? Será que os vereadores Emerson Costa e Jairon Dantas não são capazes de se defenderem sozinhos? Até agora várias pessoas não entenderam porque Nando Aguiar teve o privilégio de se manifestar na tribuna na sessão desta segunda-feira, atribuindo a si a vinda da chamada “carreta da mulher” para Cantanhede e dizer que foi um pedido de vereadores ligados ao governo do estado, Nando pra quem não sabe é da cidade de Miranda do Norte, e ocupa o cargo politico nominado superintendência regional de articulação política, dizem pela região que o mesmo tenta credenciar-se a candidato a deputado estadual, e que têm procurado aliados, e feito ações na região para conseguir tal feito, dentre elas levando a tal “Carreta da mulher” para as cidades da região, na desculpa de divulgar o seu nome e o de seu chefe maior o governador Flavio Dino. Após teatro de Na…