Desespero faz Hildo Rocha impedir manifestação em Cantanhede


Do blog do Luis Cardoso

O secretário de Articulação Política do Maranhão, Hildo Rocha, fez ontem, no comício de encerramento da campanha de sua mulher, Mirian Rocha, o pior discurso de sua vida política.
Desesperado, devido o baixo rendimento da sua candidata na campanha eleitoral desse ano, Hildo Rocha quis virar o jogo dizendo que nunca fez mal algum ao seu adversário, Zé Martinho, ou seja, tentou apagar da história o maior caso de trairagem política que já aconteceu na região.
O secretário conseguiu que Cantanhede vivesse ontem, outro fato curioso. Usando o poder político e influência do cargo, conseguiu barrar por meio de uma decisão judicial qualquer manifestação (carreata, comício, passeata) feita pelo grupo de situação, em qualquer ponto do município, a partir das 14h, ficando assim, Cantanhede o único lugar do mundo em que no último dia do calendário eleitoral somente a sua ala política tivesse direito de expressão.
Os simpatizantes na coligação ‘A Força do Povo’ tiveram que ficar calados, como nos velhos tempos da ‘Rochadura’. Nas cidades vizinhas de Pirapemas, Itapecuru, Miranda do Norte, entre outras, tiveram manifestações de todas as alas políticas, mas Cantanhede, como tem a sina de ser diferente, é o único lugar do Brasil em que o artigo 8º da Legislação Eleitoral não existe.
Art. 8º A realização de qualquer ato de propaganda partidária ou eleitoral, em recinto aberto ou fechado, não depende de licença da polícia (Lei nº 9.504/97, art. 39, caput).
§ 1º O candidato, partido político ou a coligação que promover o ato fará a devida comunicação à autoridade policial com, no mínimo, 24 horas de antecedência, a fim de que esta lhe garanta, segundo a prioridade do aviso, o direito contra quem pretenda usar o local no mesmo dia e horário (Lei nº 9.504/97, art. 39,§ 2º).
A polícia militar recebeu reforço e conseguiu controlar os ânimos na cidade, ainda assim houve vários confrontos.
Em seu pronunciamento, o secretário Hildo Rocha atacou a atual administração, chorou no palanque e encarnou um personagem da novela Roque Santeiro, Beato Salu. Hildo Rocha, o Beato Salu do Maranhão disse que a enchente de 2009 e a seca de 2012, são sinais do fim do mundo em Cantanhede.
Sem argumentos para convencer o eleitorado cantanhedense, Hildo Rocha disse que, se o atual prefeito for reeleito, Cantanhede viverá as profecias de Antonio Conselheiro “O sertão vai virar mar e o mar vai virar sertão”.
Na verdade, o que tivemos ontem em Cantanhede foi uma mistura de autoritarismo, abuso de poder, desrespeito aos princípios de liberdade e livre expressão do pensamento, desrespeito ao código eleitoral e um político em seu pior papel, o de Beato Salu da política do Maranhão

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Morre Nilda Rocha, mãe do deputado federal Hildo Rocha

Cantanhede adere a protestos contra a reforma da Previdência.

NANDO AGUIAR, QUEM É? DE ONDE VEIO E QUAL SEU OBJETIVO NA CÂMARA DE VEREADORES DE CANTANHEDE?