Estupro global

Há 10 anos o tal Big Brother Brasil (BBB) “estupra” a inteligência e os lares dos brasileiros em pleno horário nobre na emissora líder em audiência.
Essa “nave louca”, como diz Bial, sempre foi marcada pelo erotismo dissimulado, luxúria disfarçada, consumo de álcool, enfim, o BBB é uma apologia aberta à cultura sexista. Não é por acaso que as “gostosas” quando saem da casa vão direto para as páginas da Playboy.
Por isso, não me surpreende em nada essa história de que o modelo Daniel Echaniz teria estuprado a estudante Monique Amin, que deve ter dado um trabalho danado para ir pra cama com o “brother”.
"Casal" Daniel e Monique
Quando um candidato recebe a honrosa notícia de que foi escolhido para participar do “estupro global”, deve ter a exata consciência de que irá participar de uma “zona” vigiada 24h por câmaras que exibem imagens para o mundo inteiro através da internet. A “nave” de Bial não foi feita para quem tem pudor: ela é para os despudorados mesmo! É “pira de cachorro” quem não comer ninguém ali.
Mas, de qualquer forma, tadinha da Monique, cujo nome desperta a libido mais adormecida de qualquer “brohter”…
Por quanto é só, pessoal. Vou agora dar uma “espiadinha” para saber ser ocorreu outro estupro nessa “nave louca”. Fui!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CBF unifica títulos e oficializa Palmeiras como maior campeão Brasileiro

EU TE CONHEÇO CARNAVAL!