Domingos Dutra (PT) foi ofendido e quase agredido fisicamente pelo suplente de deputado Francisco Escórcio (PMDB).

Durante discurso no plenário da Câmara nesta segunda-feira (11), o deputado federal Domingos Dutra (PT) foi ofendido verbalmente e quase agredido fisicamente pelo suplente de deputado Francisco Escórcio (PMDB). A segurança teve que agir para garantir a integridade física de Dutra.
Escórcio se ofendeu após Domingos Dutra denunciar o descaso na Segurança no Estado do Maranhão, que possui hoje cerca de 80 municípios sem delegados. Dutra disse que “a máquina de escrever é do século passado, onde o escrivão usa um dedo na tecla e o outro para puxar o papel com carbono emperrado”.
O petista discorreu também sobre os delegados de polícia que lutam por 10% de reposição salarial correspondente há 2 anos sem nenhum tipo de reajuste. De acordo com Dutra, a governadora Roseana Sarney se recusa a negociar com os delegados que estão em greve há quase dois meses.
“Estamos batalhando pela PEC 300, mas a Governadora do Maranhão é contra que se estabeleça um piso nacional para os policiais militares”, afirmou Dutra, ao destacar que o único beneficiado com as greves dos delegados – que lutam por melhores salários e por melhores condições de trabalho – é o criminoso e quem perde é a população.
Em resposta as agressões de Chiquinho Escórcio, aliado de primeira hora da família Sarney, que, descontrolado, desferiu uma série de impropérios contra o petista, Dutra rebateu: “Eu discuto com o dono da fazenda [Senador José Sarney]. Eu não estou aqui para conversar com jagunço nem com vaqueiro. Estou aqui para discutir com o dono da fazenda que, infelizmente, desgraçou o Maranhão”, disparou.
No final do discurso, o atabalhoado Escórcio saiu aos berros desenfreados, atrapalhando a sessão e ofendendo Dutra com palavras de baixo calão, choramingando em tom agressivo: “Sarney é meu papai. Se você xinga meu papai eu xingo a sua mãe”, reagiu. O destrambelhado Escórcio desrespeitou, inclusive, a senhora Raimunda Dutra, de 94 anos de idade, mãe do parlamentar, que se encontrava presente no momento do incidente. (Com informações da assessoria de Comunicação do deputado Domingos Dutra em Brasília)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Morre Nilda Rocha, mãe do deputado federal Hildo Rocha

Cantanhede adere a protestos contra a reforma da Previdência.

NANDO AGUIAR, QUEM É? DE ONDE VEIO E QUAL SEU OBJETIVO NA CÂMARA DE VEREADORES DE CANTANHEDE?