Marconi Bimba nega invasão a Rádio em Rosário e cobra direito de resposta



Prefeito Marconi Bimba e Renato Waquim
 
 
 
Em conversa com o titular deste blog, nesta sexta-feira (14), o prefeito Marconi Bimba, de Rosário, negou que tenha invadido a rádio comunitária Rosário FM para impedir o locutor Jefferson de Jesus de lhe fazer críticas em programa ao vivo, como foi noticiado em alguns blogs e jornais quarta (12) e quinta-feira (13).
Segundo Bimba, ele realmente foi à rádio depois que soube que o apresentador fazia acusações contra a sua administração, mas encontrou-a fechada.
“O portão da rádio é fechado com cadeado. Ele estava sozinho lá dentro e saiu depois que eu bati palma. Foi ele mesmo quem abriu o portão para mim. Não houve agressão, não houve invasão. Não houve absolutamente nada do que estão dizendo por aí”, afirmou.
Bimba acrescenta que chegou a pedir direito de resposta ao locutor, o que foi negado. “Ele disse que não era ele quem estava fazendo as acusações, que estava apenas lendo as notícias de um jornal e de um site na Internet”, lembrou.
O prefeito se diz vítima de perseguição no município. Desde que foi aprovada a instalação de um centro de tratamento de resíduos sólidos em Rosário, a oposição se uniu através do Comitê Rosarienese de Defesa do Meio Ambiente.
Além de lutar contra o empreendimento – que eles afirmam ser um lixão –, o grupo também faz campanha contra Bimba na cidade em outras áreas.
Sobre o episódio da rádio, o prefeito diz que vai à Justiça para exigir direito de resposta. “Eu também vou requisitar as fitas para entrar com ação contra o locutor”, completou.

 Veja a nota de esclarecimento feita pela prefeito

Nota de Esclarecimento:

A Prefeitura Municipal de Rosário, através da Secretaria Municipal Extraordinária de Juventude e Meio Ambiente (SEJMA) informa que atraiu para o município o mais moderno projeto do Norte/Nordeste para tratar dos resíduos sólidos, a Central de Tratamento de Resíduos – CTR de Rosário. A Limpeza Pública é historicamente realizada pela Secretaria Municipal de Infra-estrutura através do seu departamento de Limpeza Pública e a TERCON – Incorporações Empreendimentos e Serviços Ltda (responsável pelos caminhões de lixo) que já foram notificadas a parar com as atividades no Lixão de Buenos Aires.
 A SEJMA na semana passada proibiu a entrada de caminhões de lixo de outros municípios e empresas particulares. Conseguiu uma área onde está sendo construído um aterro provisório até a construção da Central de Tratamento de Resíduos Sólidos – CTR Rosário. Oficialmente o lixão está fechado desde Dezembro de 2010 pela SEJMA antes da liminar, mas infelizmente existe uma falta de estrutura para fiscalizar permanentemente.
 A administração Marconi Bimba não vai desrespeitar a liminar da Comarca de Rosário como fizeram as administrações anteriores, pois desde 2010 estão sendo dados os passos para resolver a questão. Todo o lixo existente hoje no Lixão de Buenos Aires será deslocado para a CTR Rosário, onde será tratado com as mais modernas técnicas respeitando o Meio Ambiente e a Saúde Pública.
A SEJMA pede para que a população denuncie quaisquer caminhões que voltem a despejar resíduos no velho Lixão de Rosário.

Renato Waquim 
Secretário Municipal Extraordinário de Juventude e Meio Ambiente 
Assessor Voluntário de Comunicação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CBF unifica títulos e oficializa Palmeiras como maior campeão Brasileiro

KABÃO COMANDA ESQUEMA DE CORRUPÇÃO NA SAÚDE DE CANTANHEDE - O esquema envolve irmã, filha, amigos, parentes da secretária de saúde e até uma ex-prefeita comunista.