O PT nacional está sendo constrangido a não intervir no Maranhão

 O Globo
Por Ilimar Franco.

O PT nacional está sendo constrangido a não intervir no Maranhão. Não quer melindrar o PCdoB, que lançou a candidatura do deputado federal Flávio Dino ao governo. A governadora Roseana Sarney (PMDB) não se conforma.

A decisão teria que ser de 2/3 do diretório nacional, e a corrente CNB-Construíndo um novo Brasil-liderada no Maranhão pelo deputado Washington, não atingiria sozinha esse coro. Teria portanto que contar com os votos de outras correntes influentes como Movimento PT, Articulação de Esquerda e Mensagem ao Partido esta última é liderada pelo ex-ministro Tarso Genro, que por sua vez defende candidatura de Flávio Dino entre outras coisas, por ter fechado o apoio do PC do B gaúcho à sua candidatura ao governo do Rio Grande do Sul.

A articulação de esquerda é uma das maiores e mais consistentes forças dentro do PT nacional, com um programa de esquerda a AE é liderada por Valter Pomar, um jovem líder de uma tradicional família comunista, sendo filho de Wladimir Pomar e neto de Pedro Pomar que foi assassinado pelos órgãos repressivos do regime militar-fascista no episódio que ficou conhecido como “Massacre da Lapa”.

Valter Pomar mantem fortes vínculos com o Maranhão por meio de permanentes contatos com a corrente no Estado que é liderada pelo ex-prefeito de Imperatriz Jomar Fernandes e a ex-deputada federal Terezinha Fernandes.

Enviado por Eri Santos Castro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Morre Nilda Rocha, mãe do deputado federal Hildo Rocha

Cantanhede adere a protestos contra a reforma da Previdência.

NANDO AGUIAR, QUEM É? DE ONDE VEIO E QUAL SEU OBJETIVO NA CÂMARA DE VEREADORES DE CANTANHEDE?