Biblioteca de Cantanhede recebe Pantheon de 137 anos.


A Biblioteca Pública de Canatanhede. Enói Nogueira da Cruz foi presenteada com uma grande raridade, os dois volumes da primeira edição de PANTHEON MARANHENSE, do filho mais ilustre de Cantanhede, o escritor e médico, Antonio Henriques Leal. Os dois livros (TOMBOS), publicados em Lisboa nos anos de 1873 e 1874, foram doados pelo médico Nôzor Galvão, que é bisneto de Oscar Lamagnère Leal Galvão. O médico Nôzor Galvão mora em Divinópolis, Minas Gerais e é pai de Breno Lamagnère, estudante em Coimbra e descoberto recentemente pelo Projeto DNA Cantanhede. O médico Nôzor Galvão é mais um AMIGO DA BIBLIOTECA. O Prefeito Zé Martinho foi comunicado da aquisição histórica para o município de Cantanhede e garantiu que uma urna segura será providenciada para garantir a exposição das duas peças raras, que passaram a ser os dois livros mais antigos da biblioteca.
Leia mais...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CBF unifica títulos e oficializa Palmeiras como maior campeão Brasileiro

KABÃO COMANDA ESQUEMA DE CORRUPÇÃO NA SAÚDE DE CANTANHEDE - O esquema envolve irmã, filha, amigos, parentes da secretária de saúde e até uma ex-prefeita comunista.