Pular para o conteúdo principal

'Não é impossível imaginar que a Dilma ganhe no 1º turno', diz diretor do Vox Populi

Diretores dos quatro principais institutos de pesquisa do País veem cenário favorável à Dilma
estadão.com.br
SÃO PAULO - O crescimento nas pesquisas eleitorais da pré-candidata do PT à Presidência, ministra Dilma Rousseff, ante a estagnação de seu provável adversário, o governador de São Paulo José Serra (PSDB) tem impressionado os diretores dos quatro principais institutos de pesquisa do País. Márcia Cavallari, do Ibope, João Francisco Meira, do Vox Populi, Mauro Paulino, do Datafolha e Ricardo Guedes, do Sensus, estiveram reunidos em São Paulo na tarde desta segunda-feira, 22, para debater o cenário eleitoral, em evento da Associação Brasileira de Empresas de Pesquisas. O professor Marcus Figueiredo, do Iuperj também esteve no debate, mediado mediado pela jornalista Cristiana Lôbo.

Meira deu o palpite mais ousado da tarde: "não é impossível imaginar que a Dilma ganhe a eleição já no primeiro turno", afirmou. Segundo ele, quando há candidatos carismáticos, a disputa se concentra mais entre as personalidades desses candidatos. Mas, para ele, nem Dilma nem Serra são carismáticos. ‘Carisma não é o nome dessa eleição’, afirmou.

Ele listou alguns fatores que, na sua avaliação, devem decidir a disputa eleitoral. O primeiro seria a economia: se estiver ruim, a tendência é de mudança - mas a economia é o principal trunfo do governo Lula. Em segundo, o aspecto ideológico - nesse caso, diz ele, 56% das pessoas se definem como sendo de esquerda e 30% como eleitores do PT.

Além disso, ele lembra o tempo de TV como decisivo - e a construção das alianças deve garantir um tempo maior à candidata governista. Por último ele cita algum acidente, debate ou fato inesperado que possa alterar a opinião dos eleitores.

Sua avaliação é parecida com a de Ricardo Guedes, do Sensus. Segundo ele, "Dilma tem produto para mostrar, a economia. O Serra não tem. Hoje a tendência é muito mais pró-Dilma".

CautelaJá Márcia Cavallari, do Ibope, e Mauro Paulino, do Datafolha, adotaram um pouco mais de cautela em suas exposições, embora tenham admitido cenário favorável à Dilma. Os dois usaram a mesma expressão para definir o caso: "pesquisa é diagnóstico, não prognóstico".

"O comportamento do eleitor não é matemático. A campanha ainda tem muita coisa para acontecer. O que a gente sabe é que o eleitor se sente muito confortável de ter votado no Lula e agora fazer essa avaliação de que acertou. Ele pensa: 'Acertei, e o País está tendo avanços'. O eleitor considera que os avanços foram muito mais profundos no governo Lula. A comparação com o governo FHC é prejudicial para o Serra", afirmou a diretora do Ibope.

De acordo com Márcia, um terço está com Serra, um terço está com Dilma e um terço que vai decidir a eleição. Reservadamente, porém, ela destacou que não só a Dilma está crescendo, como há tendência de queda de Serra, ainda que dentro da margem de erro.

Já Paulino lembrou que na pesquisa Datafolha de dezembro de 2009, 15% dos eleitores não sabiam que a Dilma era a candidata do Lula, mas queriam votar na candidata do Lula. "E o que nós observamos em fevereiro, é que ainda há margem de crescimento para Dilma", afirmou.

Segundo ele, a dúvida é saber se Dilma vai transmitir ao eleitorado que tem a mesma capacidade de administração que o Lula tem."O eleitor vai poder comparar Serra com Dilma, Dilma com Lula".

Paulino ainda defendeu que os institutos divulguem sempre sua base de dados, sua metodologia. "A pesquisa não faz prognóstico, mostra o que acontece naquele dia. Na pesquisa de véspera, [Paulo] Maluf ainda estava na frente da [Luíza] Erundina [na eleição para a prefeitura de São Paulo, em 1988, vencida por Erundina]. Deixar de iludir quem consome pesquisa: a gente faz diagnóstico", afirmou.

Já o professor Marcus Figueiredo, do Instituto Universitário do Rio de Janeiro (Iuperj), também presente ao debate, previu um repeteco de 2002, caso o deputado federal Ciro Gomes (PSB) continue na disputa, com o cearense brigando com Serra. Para Figueiredo, "Serra e Dilma são igualmente antipáticos e igualmente feios. Ideologicamente estão muito próximos. O projeto deverá ser exatamente o mesmo".
Erros em pesquisa
Meira foi questionado também pelo fato de o Vox Populi ter apontado, em 2006, vitória de Paulo Souto (então PFL) no primeiro turno, contra o petista Jaques Wagner, que acabou vencendo as eleições em segundo turno. "Às vezes você erra. Só que você nunca ouve um médico dizendo qual a margem de erro de uma operação de apendicite. O pessoal respondia que queria Paulo Souto, mas já estava pensando em mudar de ideia. Mas eu não estava perguntando para ele se ele queria mudar de ideia", justificou.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Candidato a vereador é covardemente agredido por aliados de Paulo Fubuia e Kabão

O Candidato a vereador pela coligação “agora é vez do povo”, o irmão Raimundo Alves(PTN) foi brutalmente e covardemente agredido em praça publica na noite de sábado dia 3, onde participava pacificamente de protesto contra o prefeito kabão e seu candidato a sucessão Paulo fubuia, Raimundo Alves ficou conhecido nos últimos dias com seus discursos fervorosos contra a atual administração, e quando publicou o descaso da administração publica em relação ao abandono de prédios públicos como o ginásio esportivo Roseana Sarney em uma rede social, que está simplesmente “jogado ao léo” o candidato a vereador, também vem ganhando a simpatia pelo seu carisma, e jeito simples de buscar o voto, casa a casa, olho a olho. Raimundo estava somente a acompanhar e até pedia cautela dos demais protestante, mais não foi poupado, um dos aliados do Candidato a prefeito Paulo Fubuia, partiu para o ataque e buscou aquele que estava ali para apaziguar. Além do Irmão Raimundo, pelo menos mais uma pessoa identif…

Jovem de Luzilândia-PI morre em grave acidente em Cantanhede-MA

Jovem da cidade de luzilândia no norte do Piauí indetificada como Simone Silva sofreu grave acidente no final da tarde desta quinta-feira ( 05) por volta das 16:25h na MA-332 no trecho entre  Cantanhede e Pirapemas. De acordo com informações a jovem seguia pela rodovia no sentido Pirapemas, perdeu o controle da moto modelo POP 100, em um quebra molas, colidindo na trazeira de um caminhão que transportava cervejas. A mesma estava acompanhada com uma outra pessoa indetificada como Maria, que teria sofrido uma lesão em um dos braços, a vítima Simone era quem conduzia o veículo segundo informações, a mesma foi socorrida e levada ao hospital Santa Filomena em Cantanhede, mais já teria chegado sem vida. Simone era uma jovem trabalhadora, e que sonhava em ter uma vida justa e digna, a mesma trabalhava com vendas em eventos e shows em Luzilândia, segundo o editor do blog Sampagode de Luzilândia.

Com informações do blog Sampagode e Pirapemas.com

Morre Nilda Rocha, mãe do deputado federal Hildo Rocha

Faleceu no início da noite deste sábado (25/03), a Sra. Nilda Pereira da Rocha, aos 77 anos de idade, vítima de parada cardíaca.

Nilda Rocha estava internada na UTI do Hospital Português desde o dia 14 deste mês.

Viúva, empresária aposentada, Nilda Rocha deixa os seguintes filhos: Jório Pereira da Rocha Júnior; Hildo Rocha; Fabiola da Rocha Monte; Joni Pereira da Rocha; onze netos e cinco bisnetos.

O velório será na sala 3 da Pax União, Rua Osvaldo Cruz, 1233, Canto da Fabril, a partir da meia-noite.

O enterro será amanhã (26/03) às 16 horas, no cemitério Memorial Pax.
Rua do Fio 100. Rodovia MA - 204. Mocajituba.