Grupo Sarney incomodado

Do blog do Robert Lobato

À medida que avança o calendário eleitoral, aumenta também o desespero do grupo Sarney no tocante às eleições de 2010.


Como o processo de cooptação de lideranças das oposições, coordenado pelo Palácio dos Leões, não está saindo a contento, a oligarquia começa dá sinais que está completamente tonta pelo fato de lideranças como Roberto Rocha e Flávio tratarem-se de forma madura e responsável, pelo ao menos é o que se pode concluir a partir do editorial de hoje, da coluna O Estado Maior, do jornal O Estado do Maranhão.

Num texto intitulado “Saia-justa do PC do B”, o jornal da governadora Roseana Sarney procura confundir os leitores misturando alhos com bugalhos.

Ocorre o seguinte. Recentemente o deputado Roberto Rocha realmente afirmou que não há, da sua parte, embaraço algum numa aproximação entre Flávio Dino e João Castelo.

Ora, será se o senador José Sarney, de tanto mandar no Maranhão por tantos anos, deseja agora determinar com quem os deputados Roberto Rocha e Flávio Dino devem conversar? Será que desconhecem que a atividade política é movida por diálogos e conversas entre os atores políticos? E se os dois deputados se colocassem à disposição para um conversa política com a filha de Zé Sarney, nesse caso valeria, estaria tudo bem?

Embora adversários no plano político nacional, Roberto Rocha e Flávio Dino são políticos que sabem da necessidade imperiosa de um novo projeto de sociedade e de poder para o estado. Isso não quer dizer, necessariamente, que os dois estarão juntos num mesmo palanque nas eleições de outubro, ainda que isso fosse o ideal.

Há, sem dúvidas, muitas dificuldades num entendimento entre PSDB e PC do B locais, a pretensão dos comunistas em cassar o prefeito tucano João Castelo é só uma delas. Contudo, como disse, política é conversa, entendimento e disposição para flexibilidades e entendimentos mútuos.

Nesse sentido, estão certos os dois jovens políticos maranhenses em conversar e manter uma relação cordial no campo da política local. José Serra e Dilma Rousseff estão muito distantes das nossas realidades e angústias, quem vive o cotidiano do resultado de quase meio século de domínio sarneysista no Maranhão é povo sofrido deste estado.

Os deputados Roberto Rocha e Flávio Dino sabem disso, e justamente por conhecerem a realidade e as angústias do povo maranhense que andam conversando sobre o futuro do Maranhão. Será muito difícil a cooptação desses dois jovens pela máquina do Palácio dos Leões. O povo jamais os perdoaria.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CBF unifica títulos e oficializa Palmeiras como maior campeão Brasileiro

KABÃO COMANDA ESQUEMA DE CORRUPÇÃO NA SAÚDE DE CANTANHEDE - O esquema envolve irmã, filha, amigos, parentes da secretária de saúde e até uma ex-prefeita comunista.